Quem disse que tudo são flores quando se mora sozinho?

O momento mais desafiador de homens e mulheres é quando batem as asas e voam para fora do ninho. E não importa a idade, seja com 20, 30 ou 40, cada dia morando sozinho é uma nova descoberta.

São tantas coisas para resolver, contas pra pagar, compras para fazer… Mas uma coisa é certa: não há sentimento melhor do que chegar no seu canto, poder ostentar apenas uma cueca e fingir que o mundo lá fora não existe.

Por isso, listamos algumas dicas essenciais para dominar a arte de morar sozinho.

1. Varrer com pano úmido

Você tem a sensação de que mesmo morando sozinho, parece que 30 pessoas sujam ela enquanto você não está?

Pois é, a poeira estará sempre lá, nos cantos mais escondidos, nas prateleiras mais altas, em todo lugar.

Para preservar um pouco mais o chão limpinho (especialmente para quem tem alergia), ao invés de varrer, coloque um pano de chão úmido nas cerdas e varra normalmente. A poeira vai grudar no pano e aumentar o tempo entre varridas.

2. Utilize o mínimo de roupa possível.

É libertador não precisar usar roupas quando se mora só. Mas é também prático e uma simples matemática: quanto menos roupa você usar, menos terá que lavar.

Então, aproveita o tempo em que não precisa usar roupas e coloque o mínimo possível. Caso precise fazer saídas rápidas, opte por roupas de tecidos leves e que possam secar mais rapidamente.

Dica: na hora de secar as roupas limpas, coloque T-shirts em cabides no varal. Dessa forma, quando estiverem completamente secas, não precisarão passar o ferro.

3. Crie armadilhas para não esquecer de nada

Morar sozinho é uma correria só. Trabalhar, estudar, treinar, rolês… São tantas coisas para pensar, que muitas vezes deixamos escapar uma coisa aqui e ali.

O ruim é quando esquecemos coisas como carteira, chaves, celular, fones de ouvido. Infelizmente, para quem está nessa carreira solo, terá que arranjar truques para não dar chances para esquecer de alguma coisa.

Dica #1: arrume a sua mochila ou bolsa na noite anterior. Dessa forma você garante que nada vai faltar e evita o estresse de lembrar tudo na correria da saída.

Dica #2: na porta de casa (na face virada para dentro) coloque um quadro de avisos, ou simplesmente pinte com tinta preta fosca e faça um lembrete para não esquecer os itens essenciais. Nesse caso, você será sempre lembrado antes de colocar os pés no mundo.

4. Fique de olho nas promoções.

Na hora de fazer as compras do mês, dá vontade de voltar pra casa dos pais. É nessas horas que a expressão “tá tudo pela hora da morte” faz mais sentido.

Porém, existem alguns truques para economizar em coisas práticas. Com tantos supermercados criando clubes exclusivos e programas com descontos, é mais fácil descobrir quando a cerveja, digo, a batata estará mais barata.

Dica: quase todas as cadeias de cinema têm algum dia de promoção ou programas de benefícios que entregam diversos benefícios para cadastrados. Anote os dias e se inscreva nos programas, dessa forma, você tem ingresso mais barato o mês inteiro.

5. O que fazer com o chulé?

Muitas vezes acontece do tênis não estar lá com o melhor dos cheiros e isso pode ser um problema para quem mora em espaços pequenos.

Com o dia a dia corrido, ficar com o tênis e um par de meias tempo demais é bastante comum. E, para quem pratica esporte então, o cuidado redobra.

Dica: um simples talco resolve esse problema de forma magistral. Sprays desodorizantes nem sempre são eficazes e não duram o dia todo. Então, antes de sair de casa, coloque talco na sola do tênis e espalhe pelo pé. É adeus ao chulé!

6. Pizza e pão borrachudo nunca mais!

Pizza na geladeira e preguiça “nos couro” pode ser a salvação do dia, não é? Mas, o que fazer na hora de esquentar as fatias e evitar ficar aquele borrachão?

O que acontece é que a massa da pizza e do pão ressecam quando guardados na geladeira e na hora de requentar, deixa ela bastante borrachuda.

Dica: antes de colocar o pedaço de pizza ou de pão no micro-ondas, forre o prato com um papel toalha e coloque um copo com água junto com a comida. Dessa forma, ela volta a ter a mesma consistência do dia que foi feita.

E aí, o que achou das nossas dicas? Conta pra gente quais você adota!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *